Presidente da Conmebol admite possibilidade de Libertadores ser disputada sem público nos estádios

8735

O presidente da Conmebol, Alejandro Domínguez, admitiu em entrevista publicada pelo Diário Olé, da Argentina, nesta segunda-feira (6), a possibilidade de que a Libertadores volte a ser disputada com partidas sem público. O dirigente ressaltou, no entanto, que o calendário sul-americano permite uma readequação da tabela de jogos sem grande prejuízo e garantiu não ter pressa para que os torneios recomecem no continente.
— Temos a vantagem do calendário anual, que nos dá um conforto de, após passar isso, retomar e terminar em tempo. Quando as autoridades retirarem as restrições, jogaremos com as condições que nos imponham. Se for com torcida, melhor. Com o tempo, tudo vai se ajustar da melhor forma — declarou Domínguez ao ser questionado sobre a sequência da Libertadores.
Oficialmente, a Libertadores está paralisada até o dia 5 de maio. No entanto, a expansão dos casos de coronavírus na América do Sul indica que a parada da competição será ampliada. Domínguez ressaltou que irá aguardar pelas decisões dos órgãos de saúde.
— Temos de ser conscientes de que não há pressa para voltar, seguir as recomendações e ficarmos em casa. Há muita incerteza de como serão as coisas após tudo isso, eu sou otimista. A humanidade soube superar outras pandemias no passado e essa não será exceção — concluiu.
Fonte: DC