CHAPECÓ
Geral Presidente da OAB/SC dá posse às novas Diretorias das Subseções de Xaxim,...

Presidente da OAB/SC dá posse às novas Diretorias das Subseções de Xaxim, Xanxerê e Chapecó

9604

presidente da OAB/SC, Cláudia Prudêncio, terá agenda nesta quarta-feira (23/2), em Xaxim e Xanxerê, onde dará posse às novas diretorias da Subseções locais, eleitas em novembro passado. Ela também apresentará à advocacia da região a meta de realizações da Seccional para os primeiros 100 dias de gestão, definidas em conjunto pela diretoria estadual no início de janeiro. Ainda no Oeste, na quinta-feira (24/2) Cláudia dará posse à nova diretoria da OAB de Chapecó.

Primeira mulher eleita para presidir a OAB/SC em 89 anos de história da instituição, Cláudia também dará posse a duas advogadas no comando de Subseções no Oeste: Fernanda Oliveira, em Xaxim, e Maria Tereza Zandavalli Lima, em Chapecó. A região tem quatro Subseções com mulheres eleitas para presidi-las, contando ainda com a advogada Luciana Fabris como presidente da OAB de Maravilha, empossada em solenidade na manhã desta terça-feira (22/2), e com Deborah de Mello Garbin eleita para comandar a OAB de São Lourenço do Oeste, cuja posse ainda será agendada. O Oeste também tem importante representação na diretoria estadual da OAB, com o ex-presidente da Subseção de Chapecó, Thiago Degasperin, como secretário-geral adjunto.

Em Xaxim a posse será às 12h, no auditório da Câmara Municipal de Vereadores (Rua Rio Grande, nº 685, Centro). A diretoria eleita para a OAB de Xaxim tem como presidente o advogado Luiz Gustavo Burtet. Ainda na quarta-feira, às 19h, a advogada Fernanda Oliveira tomará posse como presidente da OAB de Xanxerê, além de sua diretoria. A solenidade será conduzida pela presidente da OAB/SC no Clube Cultural e Recreativo Xanxerense (Rua Coronel Passos Maia, nº 713, Centro). Na quinta-feira (24/2) Cláudia Prudêncio cumpre agenda em Chapecó, onde dará posse à Maria Tereza Zandavalli Lima, às 19h, no Clube Recreativo Chapecoense (Rua Marechal Borman, n° 162, E, Centro).

Valorização da advocacia é prioridade

Em seu roteiro pelo Oeste, Cláudia também apresentará à advocacia da região as ações previstas para os primeiros três meses de seu mandato, tendo como foco principal avançar e seguir transformando e modernizando a OAB/SC. “Para estes 100 dias, vamos trabalhar conjuntamente em busca de mais conquistas para a nossa classe, sem descuidar de nossos compromissos com a sociedade, sempre com o objetivo de inovar e modernizar a Seccional”, destaca a presidente. Entre as prioridades está o programa Mais Honorários no Bolso da Advocacia, uma série de ações para aumentar receitas e diminuir despesas do advogado e da advogada catarinense, que já teve início com a aplicação do desconto de 50% na anuidade da jovem advocacia.

Entre os principais eixos deste programa, está a promoção da auto sustentabilidade da instituição pelo retorno, em sistema de cashback, em compras realizadas pela classe nas empresas conveniadas à Caixa de Assistência (CAASC), tornando a OAB/SC sem anuidade. Uma plataforma de geração de oportunidades para a classe e o debate no Estado sobre a implantação de um piso ético regional são outras medidas previstas. A busca da triplicação da tabela da advocacia dativa é outra ação, que já conta com a constituição de um grupo de trabalho formado pela OAB/SC, governo do Estado e Tribunal de Justiça, para estudar aumento do fundo que mantém o serviço em Santa Catarina. Somando um quadro de aproximadamente 10 mil profissionais no Estado, os dativos prestam relevante serviço de promoção do acesso à Justiça, ao atenderem a população hipossuficiente onde a Defensoria Pública não consegue.

A atual gestão da OAB/SC também pretende implementar neste período de 100 dias um Laboratório de Inovação da Advocacia Catarinense para fomentar novos serviços e criar soluções para os desafios da profissão, debater a eleição direta para o Conselho Federal da OAB, que hoje ocorre por intermédio dos conselheiros federais representantes das Seccionais nos estados, e garantir o amplo acesso da advocacia a todas a unidades judiciais no Estado.

Outras medidas serão a implantação de serviço para monitorar e cobrar do Sistema de Justiça maior agilidade na tramitação dos processos judiciais, inclusive através das Corregedorias e do Conselho Nacional de Justiça (CNJ), e levar o Parlatório Virtual, experiência que se mostrou um sucesso nos maiores presídios catarinenses, para todas as unidades prisionais sediadas no Estado, em paralelo com um sistema de agendamento para evitar filas nos atendimentos realizados de forma presencial e com a criação de novos parlatórios presenciais onde for necessário.

Assessoria de Comunicação / OAB SC