CHAPECÓ
Destaques Preso serial killer suspeito de matar e roubar professor em Abelardo Luz

Preso serial killer suspeito de matar e roubar professor em Abelardo Luz

8530

Foi preso neste sábado (29) José Tiago Correia Soroka, o homem suspeito de matar e roubar três homens gays. Um dos crimes ocorreu em Abelado Luz/SC e os demais em Curitiba/PR. A prisão feita pela Polícia Civil, ocorreu em uma pensão, em Curitiba, no Capão Raso.

Segundo a polícia, José Tiago é de Palmas, no sul do Paraná, e passou a infância em Abelardo Luz, em Santa Catarina, onde matou um dos rapazes. De acordo com a Divisão de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) o suspeito é um serial killer e tem perfil de psicopata. Ele deve ser ouvido na delegacia ainda na manhã deste sábado.

Segundo a delegada do caso, Camila Cecconello, em entrevista ao G1, a polícia recebeu a informação da localização do suspeito na noite de sexta-feira (28) e passou a monitorar a pensão. O suspeito não resistiu à prisão.

Durante as investigações, os policiais conseguiram identificar o suspeito com a ajuda de uma quarta vítima, que sobreviveu ao ataque. Além disso, com ajuda de câmeras de monitoramento.

Conforme informações repassadas pelo DHPP, o homem não chegava a ter relação sexual com as vítimas. O perfil das vítimas era sempre o de jovens gays, que moravam sozinhos. O suspeito marcava os encontros por aplicativos de relacionamento e, ao chegar, esperava o momento certo para agir.

A delegada informou que o suspeito ia até a casa das vítimas, pegava a pessoa desprevenida e, em seguida, dava um mata leão, a sufocava com travesseiro ou coberta e levava os pertences das vítimas como computadores e celulares.

A polícia descobriu que José Tiago tem dois filhos. Ele tem passagem por roubo, em 2015 e 2019, e também uma medida protetiva por uma ex-namorada.

Os casos

O trabalho de investigação foi conduzido de maneira conjunta por policiais civis do Paraná e de Santa Catarina. O primeiro crime aconteceu em 16 de abril, em Abelardo Luz. O professor universitário Robson Olivino Paim foi encontrado morto.

Polícia apura suspeita de que um estudante de medicina e um enfermeiro foram mortos por homofobia, em Curitiba.

Em Curitiba, José Tiago é suspeito de matar David Júnior Alves Levisio, em 27 de abril, e Marco Vinício Bozzana da Fonseca, no dia 4 de maio. Depois disso, teve a vítima que sobreviveu, no dia 11 de maio, segundo a polícia.

Fotos: Polícia Civil

Fonte: G1

Secured By miniOrange