CHAPECÓ

    Primeira edição da Brasil Sul Franchising abre portas do mercado de franquias em Chapecó

    45

    Durante o último fim de semana ocorreu a Brasil Sul Franchising (BSF) em Chapecó. A feira reuniu diversas marcas de franquias presentes em todo o Brasil e que buscam investidores em Chapecó e região.

    Estiveram presentes diversas autoridades politicas e empresários. Para o prefeito Luciano Buligon, esta feira representou a confiança na economia do interior, e ressaltou a força de investimentos em Chapecó. “Meu papel aqui é agradecer a ABF por acreditar em Chapecó. Chapecó é uma cidade de grande potencial, nós acreditamos nesta feira, acreditamos neste segmento. Aqui em Chapecó se encontra uma economia fértil, é uma terra, uma seara que o que tu plantar cresce. Tenho certeza absoluta que esta foi a primeira edição de muitas feiras”, afirma.

    A Associação Brasileira de Franquias (ABF) foi a grande apoiadora do projeto. A representante da ABF, Fabiana Estrela comentou sobre o espaço que Chapecó e região oferecem para o mercado de franquias. “Chapecó faz parte de um estado que esta crescendo, que está se desenvolvendo muito aqui na região sul e o interior tem sido um foco para o crescimento do franchising, porque as capitais já tem bastante dominância de franquias, mas no interior existe uma demanda muito grande porque as pessoas querem manter a qualidade de vida, mas querem também ter acesso aquelas marcas que eles já experimentaram ou que ainda querem conhecer e conviver no dia a dia”, explica.

    De acordo com a ABF, o mercado de franquias na Região Sul faturou R$ 24,5 bilhões em 2017, o que representa um aumento de 7,1% no faturamento da região em relação ao mesmo período anterior. O mercado sulista aumentou em 12% o número de redes, atingindo o patamar de 623 marcas operando na região.

    O mercado de franquias ainda está em processo de desenvolvimento nas regiões interioranas do estado. Fabiana explica que isso acontece devido a uma readaptação também das franquias. “Antigamente a gente só tinha franquias tradicionais (no interior) porque os investimentos eram muito altos para as cidades menores, mas hoje em dia, cada vez mais a gente tem negócios, muitas opções de negócios de diferentes segmentos e de grandes marcas para cidades pequenas”, afirma.

    O Brasil é o segundo país no mundo com maior quantidade de franquias, ficando atrás apenas dos Estados Unidos. Chapecó já é considerada a capital do turismo de eventos de Santa Catarina. De acordo com o representante da Sonna Produções e Eventos e organizador da feira, Cleverson Dalmora, a feira apenas aconteceu pela administração atual estar ao lado dos empresários chapecoenses. “Uma cidade de 200 mil habitantes, mas que caminha sim a passos largos para chegar aos  300, 400 mil e que precisa sim de negócios sólidos, negócios que o franchising apresenta diante da retração econômica com crescimento de 8% em 2017”, finalizou.

    Estiveram presentes mais de 30 franquias dos mais diversos segmentos. Durante o fim de semana, aconteceram também diversas palestras voltadas para o empreendedorismo e economia.

    *Matéria de capa CH News