CHAPECÓ
Destaques Programa Escola Forte repassa R$ 1,5 milhão para conselhos escolares municipais em...

Programa Escola Forte repassa R$ 1,5 milhão para conselhos escolares municipais em Chapecó

9931

A Administração Municipal de Chapecó/SC realizou nesta sexta-feira, em ato no auditório da Prefeitura, um repasse de R$ 1.534.698,56 para 58 conselhos escolares que já cumpriram os requisitos de adesão ao Programa Dinheiro Direto na Escola Forte. Até o final do ano o investimento será de R$ 1,9 milhão, beneficiando os 84 Centros de Educação Infantil Municipais e Escolas Básicas Municipais.
“Este dinheiro dará uma autonomia para as escolas, para que possam fazer pequenas reformas. Antes, para trocar uma fechadura, uma lâmpada, nós tínhamos que mandar uma equipe da Secretaria, aqui do Centro. Agora isso poderá ser feito por algum prestador de serviço do bairro, o que deve ser mais barato e com maior agilidade”, disse a secretária de Educação, Astrit Tozzo.
O Programa Dinheiro Direto na Escola Forte – PDDE Forte, programa de repasse de recursos no âmbito da esfera municipal, foi criado pela Lei Municipal nº 7.498 de 7 de julho de 2021 e regulamentado pelo Decreto nº 40.965/2021.
O prefeito João Rodrigues destacou que a atual gestão recebeu as unidades em mau estado de conservação, com goteiras, já fez muitas reformas e, com este programa, vai colaborar na manutenção do patrimônio público, dando melhores condições aos estudantes e professores.
“Estou muito feliz pois o conserto da vidraça, da fechadura, do bebedouro, será tudo mais rápido, e com mais economia. Vamos cuidar melhor das unidades escolares. Nós vamos investir o valor de um colégio somente neste programa. Além disso já fizemos muitas melhorias, estamos ampliando os espaços e valorizando o professor, pois fomo os primeiro município do Brasil a aderir ao Piso Nacional do Magistério”, disse o Prefeito.
A presidente do Conselho Escolar da EBM Anita Garibaldi, Ketlyn Neckel, recebeu um cheque simbólico do valor que será repassado, de R$ 36.515,15.
“Isso vai ajudar quando precisar fazer uma reforma e também beneficiar quem presta serviço no bairro”, disse Ketlyn, que tem uma filha de dois anos e meio na escola.
A gestora da unidade, Ivana Agnoletto, destacou que, além as reformas, os recursos também poderão ser utilizados para a compra de algum material pedagógico diferente, qualificando o ensino.
A presidente do Conselho Escolar do CEIM Projeto Minha Gente, Simone Dallacort, recebeu um cheque no valor de R$ 27.765,68.
Os conselhos que ainda não aderiram tem até o dia 30 de junho para cumprirem os requisitos.

Ivana Agnoletto, Astrit Tozzo, João Rodrigues, Ketlyn Neckel e Nelson Krombauer

FOTO: Leandro Schmidt/PMC