segunda-feira, dezembro 11, 2023
InícioNotíciasPT denuncia governador de SC por ter voado com Bolsonaro

PT denuncia governador de SC por ter voado com Bolsonaro

O Partido dos Trabalhadores (PT) entrou com denúncia no Ministério Público contra o governador de Santa Catarina, Jorginho Mello. O PT afirma que “causou repulsa em todos os catarinenses que sofreram e ainda sofrem com os estragos causados pela enchente” a presença de Bolsonaro em SC e tenta enquadrar Jorginho em “improbidade administrativa” para tentar derrubar a gestão do governador catarinense. Enquanto o ex-presidente acompanhou a situação em SC, o atual presidente, Lula da Silva, sequer visitou o Rio Grande do Sul e ainda não apareceu em Santa Catarina, ambos os estados afetados severamente por temporais, que causaram muita destruição.

A denúncia foi protocolada pelo advogado Marcelo Saccardo Branco, em nome do PT, acusando Jorginho Mello ter utilizado equipamento e recursos públicos para fazer propaganda política para o ex-presidente Jair Bolsonaro, seu correligionário do PL.

“O Governador Jorginho Mello, usando a estrutura do Estado, levou o ex-presidente a sobrevoar áreas atingidas pelas enchentes. O ex-presidente prontamente se autopromoveu e utilizou do recurso publicitário pago com dinheiro público para postar em suas redes sociais, conferindo ampla publicidade à sua visita nada institucional às regiões catarinenses afetadas por enchentes e inundações”, diz a denúncia.

De acordo com Gerd Klotz, presidente do PT de Itajaí (SC), “A presença do ex-presidente Bolsonaro em nosso estado, sobrevoando com o governador Jorginho Mello as áreas atingidas, causou repulsa em todos os catarinenses que sofreram e ainda sofrem com os estragos causados pela enchente.”

Segundo ele, “o uso do dinheiro público por parte do governador, para ciceronear seu ídolo político de barro, demonstra seu descaso para com princípios básicos da administração pública, e seu desprezo pela dor e pelo sofrimento dos flagelados pelas chuvas intensas, das quais ainda não nos livramos de todo”.

Fonte Michel Teixeira

- Publicidade -spot_img

Últimas Notícias