“Sabendo lidar com a situação”

9415

Além dos treinos intensos para garantir uma boa preparação para o retorno do Campeonato Catarinense, a Chapecoense também tem se preocupado em manter a harmonia no vestiário diante das incertezas ocasionadas pela pandemia. Para isso, a experiência dos líderes do grupo é um fator fundamental. Alan Ruschel – capitão da equipe – falou sobre como eles têm atuado fora das quatro linhas. “É uma situação que todos os clubes estão vivendo, na verdade o mundo está vivendo, que é diferente. Então esses problemas financeiros vão acontecer e o papel do capitão é poder controlar os funcionários, os atletas, para que possam entender também a situação do clube para que não gere um desconforto dentro do vestiário. Isso estamos controlando bem, a gente está sabendo lidar com essa situação, os atletas estão entendendo a situação do clube”.

Voltando as atenções para dentro das quatro linhas, o atleta afirmou a expectativa para o retorno das partidas e falou sobre a preparação para o confronto decisivo contra o Avaí – válido pelas quartas de final do Campeonato Catarinense. “As duas equipes estão se qualificando, a Chapecoense trouxe alguns atletas para incorporar o time que já vinha sendo montado, atletas com experiência também. Então está tendo uma mescla aqui dentro do clube também de experiência e de atletas jovens”.

Por fim, Alan falou sobre como será a experiência de jogar com o estádio vazio e sem o apoio da torcida. Para o atleta, neste caso a concentração do grupo terá que ser ainda maior. “Com a arquibancada cheia a atmosfera do jogo se torna diferente. A concentração também é diferente. Então, o que a gente sempre pede pros atletas é que o nível da concentração esteja lá em cima, não podemos deixar cair porque isso vai contar muito. Muitas vezes o atleta é empurrado pela torcida, mas não vai ser o caso nos jogos daqui pra frente, então temos que estar com o nível de concentração lá em cima para fazermos grandes jogos”.