Santa Catarina alimenta o mundo , destaca De Nadal em audiência pública sobre tributação de defensivos agrícolas

8841

O vice-presidente da Alesc, deputado Mauro De Nadal enfatizou a prorrogação do convênio 100/97 do Confaz, que isenta o ICMS do defensivo agrícola, durante a audiência pública sobre a tributação de defensivos agrícolas realizada em Florianópolis na tarde desta quarta-feira (11). De Nadal, que falou em nome da Assembleia Legislativa, destacou que a exportação do Estado alimenta o mundo e que os parlamentares da Casa são contra a taxação. “ Praticamente 70% do que nosso estado exporta vem da agroindústria. Falar em taxação é retroceder.

“Assembleia já deu uma resposta muito positiva quando esse assunto veio ao Parlamento, em defesa do agronegócio e da sociedade, porque o agricultor é a base e está presente em nossos municípios”. O parlamentar ainda lembrou das dificuldades que já são inerentes à atividade, pois as safras dependem de fatores climáticos que já fogem ao controle do produtor. “A isto não podemos somar um tratamento diferenciado, especialmente se estados vizinhos como Paraná e Santa Catarina mantiverem isenção para os defensivos”.

Por fim, De Nadal fez um questionamento à platéia lotada do auditório Antonieta de Barros: “Quanto vamos produzir sem usar defensivos?. Não podemos aceitar essa taxação. Sou contra e a Alesc é contra.”