CHAPECÓ
Notícias SC começa 2ª fase da campanha de vacinação contra a gripe nesta...

SC começa 2ª fase da campanha de vacinação contra a gripe nesta quinta

9083
A segunda etapa da campanha de vacinação contra a gripe começa nesta quinta-feira (16). Nesta fase, serão vacinados os caminhoneiros, motoristas de transporte coletivo, portuários, presos, funcionários do sistema prisional, povos indígenas e pessoas com doenças crônicas não transmissíveis.

Os professores, que estavam previstos para serem vacinados na segunda fase, agora estão na terceira etapa, porque as aulas estão suspensas, decidiu o Ministério da Saúde.

A vacina não protege contra o novo coronavírus, mas vai auxiliar profissionais na triagem de pacientes e acelerar o eventual diagnóstico da Covid-19.
A primeira etapa começou dia 23 de março e imunizou as pessoas a partir dos 60 anos e profissionais da saúde. Até a segunda-feira (13) foram aplicadas em Santa Catarina 98.050 doses nos trabalhadores da saúde, totalizando uma cobertura de 72,74% e 583.154 doses da vacina contra a gripe em idosos com mais de 60 anos, cobertura de 87,03%. A meta é vacinar, pelo menos, 90% de cada um dos grupos prioritários.

Público
Profissionais das forças de segurança e salvamento
Portadores de doenças crônicas não transmissíveis e outras condições clínicas especiais
Funcionários do sistema prisional
Adolescentes e jovens de 12 a 21 anos sob medidas socioeducativas
População privada de liberdade
Caminhoneiros, motoristas de transporte coletivo e portuários
Documentos necessários

Idosos
Documento de identificação com data de nascimento
CPF

Profissionais da Saúde
Documento do Conselho profissional, contracheque ou outro documento que informe a atuação como trabalhador da saúde

Caminhoneiros, profissionais portuários e motoristas do transporte coletivo
Contracheque da empresa empregadora ou carteira de trabalho com registro da categoria profissional de motorista ou profissional portuário (formais)
Registro Nacional de Transportadores Rodoviários de Carga (autônomos)

Portadores de doenças crônicas:
Registros de atendimento em prontuário eletrônico da rede municipal de saúde que comprove a comorbidade, atestado médico referindo que o paciente é portador da patologia ou receita que comprove o uso contínuo de medicações para o tratamento da doença em questão

Profissionais das forças de segurança e salvamento e funcionários do sistema prisional
Contracheque ou uso do uniforme
Fonte: G1
Secured By miniOrange