Servidores municipais participarão de greve geral contra Reforma da Previdência

10014

Em Assembleia Geral a Direção do Sindicato dos Trabalhadores no Serviço Público Municipal de Chapecó e Região – SITESPM-CHR coordenou o debate sobre a participação de todos os servidores municipais da região na Greve Geral contra o projeto de Reforma da Previdência do presidente Bolsonaro que se encontra no Congresso.

A Assembleia que aconteceu no sábado (23), contou com a participação de servidores sindicalizados de toda a base organizada do Sindicato.

Em sua unanimidade os servidores decidiram pela participação na Greve Geral por tempo determinado ou indeterminado, conforme for a orientação da Central Única dos Trabalhadores. Eles chegaram a esta decisão por avaliarem que “a Reforma da Previdência é maléfica para todos os trabalhadores, mas em especial ataca de forma mais cruel as mulheres e os pobres do nosso país”, dizia nota do Sindicato divulgada à imprensa.

Além da participação na Greve Geral os servidores municipais estarão participando de um ciclo de debates do dia 1ª a 10 de abril que acontecerá nos municípios polos de Chapecó, Pinhalzinho, Xaxim, Abelardo Luz, Maravilha, Xanxerê, Palmitos, Faxinal dos Guedes.

Ao decidir pela greve os servidores se posicionaram dizendo que a mesma será abraçada por todos os servidores mesmo que os prefeitos ameacem desconto dos dias parados. “Se os prefeitos ousarem descontar destes dias o referido valor será menor do que os prejuízos causados pela Reforma da Previdência se a mesma for aprovada pelos Deputados Federais e Senadores”, disse a nota.

Fonte:Ascom