CHAPECÓ
Início Geral Sessão especial comemora os 70 anos do Lacen

Sessão especial comemora os 70 anos do Lacen

8349

A Assembleia Legislativa promoveu na noite desta terça-feira (21) sessão especial em homenagem ao Laboratório Central de Saúde Pública (Lacen). O órgão completou 70 anos de fundação em 2021. A programação foi uma iniciativa do deputado Dr. Vicente Caropreso (PSDB) e aconteceu no plenário Deputado Osni Régis.

De acordo com o parlamentar, nesse momento de pandemia e de turbulências seria fundamental ser norteado pela ciência, pela inteligência e pelo bom senso. Ele destaca que o Lacen representa 70 anos de sucesso e de profunda dedicação à saúde pública do Estado.

“O Lacen é um órgão que orgulha o catarinense. Tem alta credibilidade e sempre se mostrou indispensável quando pensamos numa saúde pública preparada para enfrentar desafios e salvar vidas”, afirma Dr. Vicente.

Criado no dia 24 de julho de 1951 por meio da Lei Estadual nº 503, o Lacen é parte integrante do Sistema Nacional de Laboratórios de Saúde Pública e laboratório de referência estadual.  Além da unidade central em Florianópolis, é composto por uma rede de laboratórios regionais em Criciúma, Joinville, Joaçaba, Chapecó e São Miguel do Oeste, e laboratórios municipais em Blumenau e Lages. A produção anual é de aproximadamente 780 mil ensaios e exames nas áreas de biologia médica e análise de produtos e meio ambiente.

O enfrentamento da pandemia de Covid-19 tem sido um grande desafio para o Lacen, que passou a atuar em três turnos, inclusive aos finais de semana, para analisar cerca de 3 mil amostras diárias que a rede passou a receber. Além do diagnóstico do vírus SARS-CoV-2, o Lacen também atua na produção e distribuição dos kits de coleta para realização dos exames de diagnóstico da Covid-19.

Pronunciamentos
Winston Luiz Zomkowski pronunciou-se em nome de todos os mais de 20 homenageados. Segundo ele, o Lacen vem dando resultados à sociedade catarinense desde a sua criação. “Sempre damos respostas céleres à sociedade e aqui vai um agradecimento a todos os servidores e ex-diretores do Lacen”.

Conforme a diretora geral do Lacen, Marlei Pickler Debiasi dos Anjos, em 2020 o Lacen teria implantado o setor de zoonoses e na área humana teria ampliado o leque para detectar mais viroses. Ela acrescenta que estariam adquirindo novos equipamentos. “Todos os que estão e os que já passaram fazem a história do Lacen. Colocamos o Lacen à disposição dos cidadãos que queiram vir conhecer o laboratório. Serão todos bem vindos.”

O secretário de Estado da Saúde, André Motta Ribeiro, no ato representando o governador Carlos Moisés da Silva, disse que a sociedade está enfrentando a maior crise sanitária da humanidade e que Santa Catarina é um estado de referência nesse enfrentamento.

“O Lacen foi e está sendo fundamental nesse trabalho. Estamos pensando em uma sede nova para o Lacen com o objetivo de oferecer mais segurança, comodidade e conforto. Também pensamos em investir em mais equipamentos e investir em pessoas”, destacou o secretário.

A mesa de honra também teve a presença do diretor da vigilância epidemiológica do Conselho Regional de Enfermagem de Santa Catarina (Coren), Eduardo Maccari, e do presidente do Conselho de Secretarias Municipais de Saúde de Santa Catarina (Cosems), Daisson José Trevisol.

Lacen
O Lacen é parte integrante do Sistema Nacional de Laboratórios de Saúde Pública (Sislab), que é um conjunto de redes nacionais de laboratórios, organizadas em sub-redes, por agravos ou programas, de forma hierarquizada por grau de complexidade das atividades relacionadas à vigilância epidemiológica, vigilância ambiental em saúde, vigilância sanitária e assistência médica.

As ações e serviços laboratoriais executados pelas Redes Nacionais de Laboratórios de Saúde Pública (RNLSP) são organizados de forma hierarquizada, nas esferas nacional, estadual, municipal e do Distrito Federal, em consonância com os princípios estabelecidos pelo Sistema Único de Saúde (SUS).

O laboratório, desde o seu surgimento na primeira metade do século XX, passou por diversas mudanças e acréscimos, não só em sua estrutura organizacional e física, como também na implementação de novas técnicas e procedimentos laboratoriais.

Homenageados
Para finalizar a sessão especial em homenagem ao Laboratório Central de Saúde Pública (Lacen), foram homenageados servidores da ativa e outros que já desempenharam funções profissionais, administrativas e de direção no laboratório, inclusive, profissionais que atuaram de forma destacada no combate à pandemia. Entre eles:

Marlei Pickler Debiasi dos Anjos
Jorge Sidney Abrahão
Winston Luiz Zomkowski
Raquel Ribeiro Bittencourt
Darcita Buerger Rovaris
Denise de Carvalho Caldeira
Patricia Taha
Karina Scarduelli Luciano
Gisele Caminha
Fabiana Bagattini Baldança
Dario Luiz Wenzel
Sandra Bianchini Fernandes
Silvana Lunelli
Janice Reis Ciacci Zanella
Djalma Lebarbenchon
Maria Atherinos Pieri
Gilberto Alves
Semíramis Duarte Dutra
Igara Edite Noceti e Vieira
Eliane Bressa Dalcin
Cristine Ferreira
Flávio Martins
Márcio Pacheco de Andrade
Nara Caruso Mac Donald dos Santos
Dauri Santos Rodrigues
Roberto Luiz Amorim

Vandro Welter

AGÊNCIA AL