CHAPECÓ
Início Destaques Sete novos respiradores já chegaram em Chapecó

Sete novos respiradores já chegaram em Chapecó

9009

Já estão em Chapecó os sete novos respiradores que o prefeito de Chapecó, João Rodrigues, foi buscar em Lages, com uma aeronave particular, durante o meio-dia. A viagem foi doação de um empresário de Chapecó. Havia oferta de outros quatro empresários oferecendo aviões e helicópteros para o deslocamento. Os respiradores são da Secretaria de Estado da Saúde e vão auxiliar na ativação dos 22 leitos de UTI do Hospital Regional do Oeste.

Cinco já tinham sido ativados ontem. Os demais serão ativados entre hoje e domingo. A direção do Hospital Regional do Oeste contratou equipe médica de Lontras e também enfermeiros e auxiliares, a partir de currículos encaminhados pela Prefeitura de Chapecó, que fez uma divulgação nacional na busca de profissionais.

Ainda neste mês já tinham sido ampliados de 35 para 40 os leitos, depois de solicitação do prefeito ao secretário de Estado da Saúde, André Motta. Em menos de um mês o Estado já encaminhou 32 respiradores para Chapecó.

O Governo do Estado também vai contratar dois aviões aeromédicos para fazer o deslocamento de quatro pacientes de UTI para Criciúma, o que deve ocorrer nas próximas horas.

Com isso dispensou o auxílio da Força Aérea Brasileira. O prefeito chegou a mandar um ofício ao secretário de Atenção Especializado do Ministério da Saúde, Franco Duarte, solicitando apoio. Mas, com os aeromédicos disponibilizados pelo Estado, ele agradeceu o Governo Federal e informou que no momento não será mais necessário.

Além de buscar sete respiradores de avião, em Lages, o prefeito de Chapecó, João Rodrigues, também tinha conseguido nesta sexta-feira outros oito respiradores para Chapecó, com o presidente da Fiesc, Mário Aguiar, e o vice-presidente do Oeste, Waldemar Schmitz.

Mas após um pedido do secretário da Saúde, André Motta Ribeiro, cedeu estes respiradores para São Miguel do Oeste, pois outros estão vindo via terrestre, cedidos pelo Estado, para dar continuidade na ativação dos 22 leitos de UTI.

Rodrigues entendeu que a situação regional também é importante, pois muitos pacientes de Chapecó também estão em outros hospitais. Além disso, somente neste mês a secretaria de Estado da Saúde já encaminhou 32 respiradores para Chapecó.