“Um presente que não tem preço”

9201

Ao final de todos os jogos, um Sócio Condá presente na Arena é sorteado para receber a camiseta de um jogador. O sorteio ocorre durante a partida e, ao término do jogo, o torcedor é levado até a zona mista, onde recebe a camiseta das mãos do atleta.

No último jogo, contra o Joinville, mais um sócio teve a oportunidade de vivenciar essa experiência única. Mauro Lucio Sachet, sócio da Chape desde 2010, foi contemplado durante a partida e pôde, junto com seu filho, receber das mãos de jogador Bruno Pacheco a camisa 06.

“Essa ação é uma ótima iniciativa do clube. Talvez, para muitas pessoas, essa pode ser apenas mais uma camisa – mas para nós, torcedores que acompanhamos o dia-a-dia da Chape, é um presente que não tem preço”, ressaltou o torcedor com a voz embargada de emoção.

Mas a história de Mauro junto à Chape tem, ainda, um toque mais especial. Natural de Quilombo (SC), veio para Chapecó no ano de 2000 e, desde então, não perdeu nenhum jogo aqui na Arena. Em 2010, resolveu se associar e, de lá prá cá, a paixão só aumentou. “Eu acompanho a Chape desde sempre e, poder ser contemplado com esse presente, é uma felicidade imensa”.

O amor pelo Verdão já sucede uma geração. Com o exemplo do pai, Arthur, de 09 anos, aprendeu a seguir todos os passos do time e vem a todos os jogos com o pai. “Quando cheguei em casa com a carteirinha SÓCIO KIDS, o Arthur ficou em êxtase e mostrava para todos, como se fosse uma medalha”, conta Mauro com emoção no olhar.

Coincidência ou um presente do destino?

No ano passado, na partida entre Chapecoense e Atlético Mineiro, válida pelo Campeonato Brasileiro 2018, Arthur foi contemplado para entrar em campo com os jogadores e, ninguém mais ninguém menos do que Bruno Pacheco foi quem o acompanhou nessa inesquecível lembrança.

Foto: Ábner Steffen
Foto: Ábner Steffen

Quando a Rádio Verdão anunciou o nome do sócio contemplado com a camisa suada do jogo, Mauro ficou imensamente feliz e, ao descobrir que a camisa seria do Bruno Pacheco, vibrou junto ao filho, agradecendo a tanta coincidência e alegria. “Saber que eu iria proporcionar mais essa emoção ao meu filho, já foi uma grata surpresa. Mas poder conhecer a área mista, o setor de futebol, sabendo que é um local restrito e de difícil acesso aos torcedores, faz com que a gente sinta ainda mais orgulho em fazer parte desse clube”.

O jogador Bruno Pacheco foi muito atencioso e entregou pessoalmente a camisa do jogo para Mauro e Arthur. “Espero que muitos outros torcedores tenham essa oportunidade, porque a alegria de desfrutar esses momentos ficará na nossa memória.”

Não perca a chance de ser o próximo sorteado – seja um Sócio Condá e não perca os jogos do Verdão.

Por Juliana Zonta

Foto Ábner Steffen