CHAPECÓ
Início Notícias Vereador Odirlei Rossetto apresenta 30 proposições em um mês em...

Vereador Odirlei Rossetto apresenta 30 proposições em um mês em Chapecó

8567

O vereador Odirlei Rossetto (PSB) encerrou nesta quinta-feira (11) o mandato de 30 dias na Câmara de Vereadores de Chapecó. Neste período assumiu a vaga da vereadora Marcilei Vignatti (PSB), no sistema de rodízio realizado pelo PSB de Chapecó. Neste mês de trabalho Rossetto apresentou 30 proposições, sendo três projetos de lei, 12 moções, quatro requerimentos e 11 indicações.

Rossetto concentrou esforços na defesa do setor de eventos e por mais infraestrutura no município. “Foi um período de intenso trabalho, com encaminhamentos e resultados. Agradeço essa oportunidade ímpar, saio mais preparado e com mais vontade de trabalhar pelas causas da nossa comunidade”, afirma.

No setor de eventos, propôs e coordenou Reunião de Trabalho para ouvir integrantes desse segmento e do poder público. Entre os encaminhamentos foi formado um Grupo de Trabalho permanente para discutir o setor. Também defendeu novas alternativas de divulgação de projetos culturais e a retomada da Exposição Efapi, e de outras feiras. Apresentou Projeto de Lei nº 213/21, que está em tramitação para concessão de incentivos fiscais aos apoiadores de projetos culturais e eventos.

Por melhorias nos espaços públicos e infraestruturas urbanas defendeu a revitalização do Parque Palmital; melhorias na praça do Bairro Passo dos Fortes; iluminação pública em ruas do Palmital e Engenho Braun; recapeamento em ruas do bairro Passo dos Forte e pavimentação em rua do Bairro Santo Antônio e melhorias nas estradas da Linha São Roque. Pela mobilidade urbana reforçou a necessidade da implantação de ciclovias e revisão dos semáforos relacionada ao tempo do sinal amarelo. Apresentou o Projeto de Lei 202 para que se estabeleça uma parceria público privada na manutenção e implantação das placas indicativas de ruas. Também apresentou o Projeto de Lei Complementar 214, de emenda modificativa de lei para regularização de edificações.

Na saúde pede mais atenção para a Unidade de Saúde da Efapi, para que se estabeleça o terceiro turno de atendimentos. Rossetto destaca que procurou ouvir as demandas da comunidade, formalizar os pedidos na Câmara, mas também defender que saiam do papel. “Realizei reunião com secretários de vários setores da prefeitura para levar o sentimento da população e defender ações e obras que são fundamentais para nossa sociedade, num trabalho de articulação”, pontua.