Vereador pede transferência do Batalhão da Polícia Militar Rodoviária em Chapecó

9860

Preocupado com a segurança pública, de Chapecó e região, e atendendo a solicitação da comunidade chapecoense, o vereador André Kovaleski (PL) apresentou proposição, que foi aprovada pelos demais parlamentares, em que apela ao Governo do Estado e órgãos de segurança a transferência da lotação do 2º Batalhão de Polícia Militar Rodoviária de Santa Catarina, de Ibicaré para Chapecó. O documento será enviado a Governadora do Estado de Santa Catarina, Daniela Reinehr; ao Prefeito de Chapecó, João Rodrigues; ao Comandante Geral da Polícia Militar de Santa Catarina, Coronel Dionei Tonet; e ao Comandante do Comando de Polícia Militar Rodoviária, Coronel Marcelo Egidio Costa.

Conforme a justificativa da proposição, a transferência do Batalhão para a Rodovia SC/480, no Distrito de Goio-Ên, promoverá o melhoramento da segurança pública das rodovias SC 480 (Chapecó/Fronteira RS); SC 283 (Chapecó/Seara); SC 157 (Chapecó/Coronel Freitas) e SC 283 (Chapecó/Águas de Chapecó). Justifica-se também que, com isso, fortalecerá a segurança do  Aeroporto Serafim Enoss Bertaso, de forma a melhorar o atendimento aos usuários, facilitar as fiscalizações e auxiliar os demais postos rodoviários, diminuindo a quilometragem das rodovias atendidas pelos atuais postos.

O vereador destaca que Chapecó é um importante centro industrial, financeiro e educacional, grande exportador de produtos alimentícios industrializados e figura entre as quatro cidades mais importantes do Estado, carregando os títulos de Capital do Oeste, Capital da Agroindústria e Capital do Turismo de Negócios. “Esta é uma demanda antiga dos chapecoenses, que busca o aumento da segurança publica, já que o município exerce significativa influência, não só no Oeste Catarinense mas, também, no Noroeste Gaúcho e Sudoeste do Paraná, nos setores econômico, cultural e político, influenciando uma região composta por cerca de 1,5 milhão de habitantes”, finaliza Kovaleski.

Assessoria de Comunicação