Vinícius Piccoli segue internado no Hospital São Vicente de Paulo em Passo Fundo

8827

O modelo abelardense, Vinícius Piccoli, completou 90 dias de internação no Hospital São Vicente de Paulo em Passo Fundo. Durante o período, vários procedimentos foram realizados e agora a família aguarda a recuperação para cirurgia de retirada de um tumor raríssimo localizado nas fossas nasais.
Vinícius estava trabalhando nos últimos meses na África do Sul e começou apresentar problemas de saúde. Ele foi diagnosticado com Síndrome de Cushing – Esthesioneuroblastoma, um tumor raríssimo que se inicia nas fossas nasais, na região superior da cabeça.
Carmen Piccoli permanece acompanhando o filho no hospital desde o primeiro dia do internamento. Em áudio ela contou um pouco sobre os procedimentos realizados durante esse período. “Foram duas cirurgias para retirada de material para biopsia com anestesia geral, várias pulsações da espinha, quatro cirurgias do pulmão, duas cirurgias na cabeça, exames de sangue várias vezes ao dia, ressonâncias, gastrostomia e traqueotomia”.
Carmem explica que vários profissionais acompanham o caso. “Um oncologista está acompanhando o Vinícius porque mais tarde ele terá que fazer radioterapia, mas antes será necessária a cirurgia para retirada do tumor. Também ele tem acompanhamento por gastroslogista, fisioterapeuta e fonoaudióloga. Ele é um guerreiro. E Deus já provou que vai sair dessa”.
Ela ainda lembrou que nos últimos 15 dias, Vinícius teve uma grande evolução. “Foi uma evolução muito grande nos últimos 15 dias. É um milagre. A imunidade dele aumentou, os exames de sangue melhoraram muito, está fazendo fisioterapia e começou fazer os primeiros passinhos no quarto e juntamente com os profissionais começamos ingerir a alimentação pela boca. Vamos precisar aprender tudo novamente. As últimas três semanas ele ficou na CTI e passou por dois procedimentos no cérebro por ter apresentado coágulos. O tumor em si, ainda não foi retirado. Agora o tratamento segue para tentar secar as lesões do cérebro e conversar com os neurocirurgiões para ver se ele terá alta para retornar e fazer a cirurgia ou se segue direto para a cirurgia. Foi uma evolução muito grande nos últimos dias. Ele sempre esteve lucido, se emociona muito e tem muita força de vontade”.

Histórico
O abelardense Vinícius Piccoli trabalhou como modelo em países como Itália, Milão, Alemanha, África, entre outros. Há 9 anos trabalhava como mecânico de máquinas agrícolas na oficina do seu pai. Ele não pensava em seguir carreira no mundo da moda, até que por influencia da sua mãe que o escreveu na seletiva em Abelardo Luz sem Vinícius saber, saiu do interior de Santa Catarina de carona no caminhão do tio. O modelo catarinense demorou uma semana para chegar ao Rio de Janeiro, e após muito esforço, estreou nas passarelas no “Fashion Rio”, desfilando para TNG, Redley e R. Groove. A partir daí, conquistou o mundo através das passarelas e campanhas internacionais.

Fonte: Jornal o Falcão