CHAPECÓ
Notícias Violência doméstica: mulher usar sinal vermelho na mão para pedir socorro em...

Violência doméstica: mulher usar sinal vermelho na mão para pedir socorro em Criciúma

9710

Uma mulher foi salva após usar um sinal vermelho na mão para pedir socorro em uma lanchonete, na noite de sábado (26), em Criciúma. O símbolo (Um “x” de cor vermelha), é um sinal de alerta contra agressões à mulher. O homem suspeito de violência doméstica foi preso no local e encaminhado à delegacia de Polícia Civil da cidade.

De acordo com informações da Polícia Militar (PM), após a mulher discretamente mostrar o sinal para o atendente, ele entendeu do que se tratava e acionou a guarnição. Os agentes se deslocaram rapidamente ao local, juntamente com os policiais da Rede Catarina, especializada em atendimentos de proteção à mulher, onde prestaram todo o atendimento psicológico necessário à vítima.

Na oportunidade, o suspeito foi preso. Ele já possuía diversas passagens policiais no Rio Grande do Sul, entre elas de violência doméstica e descumprimento de medida protetiva.

A PM orienta as mulheres vítimas de violência doméstica a utilizarem o “sinal vermelho contra a violência” para pedir ajuda, caso não consigam manifestar isso de outra forma. O sinal, conhecido internacionalmente como um pedido de socorro voltado para mulheres que sofrem agressões, salvando vidas diariamente ao redor do mundo.

Trata-se de um X – geralmente na cor vermelha – desenhado na mão e mostrado para quem pode trazer alguma ajuda para a vítima.

O Programa Sinal Vermelho teve como inspiração algumas experiências na Europa sendo incentivado pelo Conselho Nacional de Justiça em 2020 por conta da pandemia, passando o programa a ter status de lei com a entrada em vigor da Lei 14.188/2021.

Foto: Polícia Militar

Secured By miniOrange