CHAPECÓ
Início Geral Violência doméstica: suspeito é preso preventivamente por espancar ex-companheira em Chapecó

Violência doméstica: suspeito é preso preventivamente por espancar ex-companheira em Chapecó

8718

Um homem de 22 anos foi preso preventivamente na tarde da quinta-feira(10) em Chapecó-SC. Ele é investigado por ter espancado a ex-companheira após uma discussão motivada por ciúmes.

O mandado de prisão foi expedido por policiais da Delegacia de Proteção à Criança, Adolescente, Mulher e Idoso (DPcami), que encaminharam-se para a localização do suspeito.

Os policiais o levaram para a penitenciária de Chapecó, onde ficará à disposição da Justiça.

Agressões contra a mulher aumentaram 299% de 2018 para 2019

Em janeiro de 2019, realizamos uma reportagem sobre o aumento do número de casos de ‘Violação da Lei Maria da Penha’. Os períodos comparados foram de 01 a 15 de janeiro de 2018 e 01 a 15 de janeiro de 2019, em que foram constatadas 299 agressões a mais.

De acordo com dados da DPcami, o número de agressões aumentaram de 7 para 27 (286%), as ameaças aumentaram de 24 para 86 (258%), descumprimento de medida protetiva foi de 3 casos para 7 (133%) e os novos pedidos de medida protetiva aumentaram de 11 para 34 (209%).

Em âmbito nacional, no ano passado, 6 milhões de mulheres foram espancadas ou sofreram tentativa de estrangulamento no Brasil, enquanto 22 milhões (37,1%) de brasileiras passaram por algum tipo de assédio. Entre os casos de violência, 42% ocorreram no ambiente doméstico. Após sofrer uma violência, mais da metade das mulheres (52%) não denunciou o agressor ou procurou ajuda. Os dados são de um levantamento do Datafolha realizado em fevereiro deste ano.

As denúncias podem ser feitas para a Central de atendimento à Mulher – 180. Pelo disque denúncia da Polícia Civil – 181 e até mesmo pelo 190 da Polícia Militar.