CHAPECÓ
Notícias Xaxim inicia estruturação de atrativos turísticos no segmento religioso e rural

Xaxim inicia estruturação de atrativos turísticos no segmento religioso e rural

8441
 Identificar os segmentos turísticos potenciais do município, elaborar rotas que podem ser exploradas comercialmente, orientar a estruturação das propriedades aptas a receber visitantes, incentivar a produção associada ao turismo, organizar a operacionalização de novos produtos turísticos por meio de normas ou regimento, criar peças publicitárias para divulgação do destino. A partir dessas ações a Administração Municipal de Xaxim, no oeste catarinense, em parceria com o Sebrae/SC por meio do Programa Cidade Empreendedora, pretende fomentar a atividade turística.
                Para o secretário municipal de Desenvolvimento Econômico, Alberto Antonio Grasel, o turismo é um pilar importante para fortalecer a economia local, proporcionar oportunidades de trabalho e agregar a renda das famílias dispostas a investir nessa atividade. “O setor, até agora, nunca tinha sido levado a sério em Xaxim, mas precisa de atenção. As pessoas precisam compreender que turismo não é apenas em locais com águas termais ou praias. Ele representa recursos que vêm de outros municípios e é depositado localmente e futuramente será reinvestido em educação, saúde, assistência social, infraestrutura, ou seja, melhorias para os munícipes”, argumenta.
                Entre as potencialidades já identificadas em Xaxim, o secretário antecipa o turismo religioso e rural com ênfase na agricultura familiar. “Sabemos que são opções futuras, mas que precisamos planejar sua estruturação desde agora. Aguardamos a canonização do Frei Bruno, que viveu por muitos anos em nosso município, por isso firmamos parceria com a Igreja Católica para criarmos uma rota turística. Inclusive definimos cinco pontos relacionados ao religioso: a Igreja Matriz, que ele ajudou a construir; a Casa Paroquial, na qual ele viveu; o cemitério, onde está enterrado o Frei Plácido, que era um grande amigo do Frei Bruno; a gruta da Linha Colorado, onde ele rezava e a Igreja de Santa Lúcia, que ajudou a construir”, relata ao prever a visita de inúmeros romeiros para conhecer a história e o caminho percorrido pelo Frei.
                No turismo rural, a ênfase será a agricultura familiar com atrativos gastronômicos e a produção de cachaça e erva-mate. Também está em elaboração uma rota que integra cachoeiras do território municipal. “Sabemos que este segmento está crescendo em nossa região. As pessoas que vivem em grandes centros urbanos buscam a experiência do interior, o contato com o meio ambiente e com os animais, os sabores do campo e a hospitalidade”, explica o secretário.
                Após a identificação dos atrativos, o próximo passo será a capacitação dos empreendedores interessados em atuar no turismo sobre como preparar a propriedade para receber visitantes e também sobre atendimento ao público. Depois dessa estruturação dos atrativos é criada a identidade visual para divulgação dos pontos turísticos.
                Para o gerente regional do Sebrae/SC no oeste e no extremo oeste, Udo Martin Terennepohl, os municípios do oeste estão se preparando para receber um novo público de turistas, extremamente exigente e com muitas expectativas, mas que está disposto a consumir novidades e ter experiências diferenciadas enquanto aproveita a vida. “Nos sentimos honrados em poder contribuir com o processo de desenvolvimento de uma atividade econômica tão importante para o progresso do município”, enfatiza.