“Zebedeu – O Baixo Astral” faz sua pré-estreia em Chapecó

8812

O Longa “ZEBEDEU – O Baixo Astral” faz sua pré-estreia no sábado (28/09), às 19h30 no Cine Teatro do CEU – Centro de Artes e Esportes Unificados. Os ingressos estão esgotados, mas novas apresentações serão agendadas para que o público possa prestigiar.

O longa é uma divertida comédia produzida e realizada por Tóby Estúdios com direção de Unar Andreola e edição de Luan Sloan. As cenas foram gravadas em Chapecó (Lajeado São José e Efapi) e Águas de Chapecó (Linha Porto Ferreira). O longa tem Apoio Cultural da Casa do Barro – Materiais de Construção, Prefeitura de Chapecó, Secretaria de Cultura – SECUL, Secretaria assistência Social – SEASC e Centro de Artes e Esportes Unificados – CEU.

“Zebedeu o Baixo Astral” circulou, no formato peça teatral, pelos palcos do Paraná, Rio Grande do Sul e Santa Catarina durante 16 anos e neste período alegrou a vida de muitos de espectadores que assistiram ao espetáculo. A decisão de adaptar esta comédia dramática em filme veio em meados de 2018, fruto de uma conversa sobre filmes e comédia para assistir com a família.

Zebedeu é o anti-herói, que não se importa com o bem estar da sua família, amigos e vizinhos. O descaso é tão grande, que ele tão pouco se preocupa com sua saúde, bem estar, segurança e higiene, colocando várias vezes a sua vida e de seus amigos em risco. Ao perceber o perigo que Zebedeu representa pra si próprio e para as pessoas que o cercam, sua esposa Juventina, seus amigos e os colegas de trabalho Tenório e Valdir, procuram orientar Zebedeu a ter uma vida mais saudável e sadia respeitando as pessoas.

Em virtude da negativa de aprendizado do protagonista, entra em cena o seu Anjo da Guarda, que põe fim as desventuras de seu afilhado, e afirma que na próxima trapalhada, ele irá morrer, e com certeza não irá para o céu. Zebedeu inicia sua caminhada em busca da redenção, se dedicando a uma vida saudável, segura com educação e respeito ao próximo, levando a um final surpreendente e arrebatador. Todo o filme é regado com humor inocente, para toda a família, inspirado no grande e saudoso Amácio Mazzaropi.